Apresentando a banda “Mando Diao”

mando

Oláaa! O tema de hoje é a banda “Mando Diao”. Eu só comecei a ouvir pouco tempo atrás e preciso compartilhar com vocês esse som maravilhoso deles! Fundada em 2001, na Suécia, a Mando Diao, em várias músicas, tem uma pegada de Oasis e Arctic Monkeys, por exemplo.

A primeira música boa lançada pela banda, na minha opinião, foi “Mr Moon”, do primeiro álbum, Bring ‘Em In. Você pode conferir a música oficial aqui e uma versão mais acústica com a participação da cantora Lana del Rey aqui. Do primeiro álbum, vocês também podem ouvir as músicas The Band, To China With Love e Lauren’s Cathedral, que são muito boas.

Bom, a fama só veio quatro anos depois da fundação da banda, em 2005, com o lançamento do segundo álbum, Hurricane Bar, que continha várias das melhores músicas até hoje: God Knows, Clean TownDown In The PastYou Can’t Steal My Love e All My Senses, por exemplo.

Depois desse, os suecos ainda lançaram outros cinco álbuns até 2014, sendo um deles uma junção das melhores músicas. O CD de 2006, Ode To Ochrasy, tem muitas músicas boas, mas não são excelentes como as do último. Mesmo assim, posso indicar algumas: Long Before Rock ‘N Roll, The Wildfire (If It Was True), Amsterdam, TV & Me, Song For Aberdeen e Ochrasy (que eu amo muito). Já o álbum de 2007, Never Seen The Light Of Day, pode ser considerado o pior da banda. A melhor música é Never Seen The Light Of Day, faixa-título.

Em 2010, a banda lançou o CD Give Me Fire!, que contém faixas excelentes mesmo, a exemplo de: Dance With Somebody, que é a melhor pra mim, Gloria, High Heels, Mean Street, Maybe Just Sad, Give Me Fire, faixa-título, Crystal, Come On Come On e You Got Nothing On Me. Se eu pudesse indicar apenas um álbum do grupo, definitivamente seria esse. Vale muito a pena escutar. É, também, perceptível a evolução dos integrantes no que se refere à técnica musical.

O último CD lançado foi Aelita, de 2014. Eu, particularmente, só indico a faixa Black Saturday. Não gostei desse álbum, o som da banda mudou completamente pra um rock progressivo/psicodélico.

Enfim, devem existir pessoas que vão morrer de preguiça de abrir todos esses links. Então, se você quer ouvir só uma música, eu indico essa versão de Dance With Somebody. É isso, até a próxima! =)

Dia da Poesia com um pouco de Chico Buarque

Hoje é o dia da Poesia! Para celebrar uma das coisas mais apaixonantes e lindas do mundo, vou colocar, na minha opinião, as melhores frases e músicas de um dos maiores poetas brasileiros: Chico Buarque de Holanda. Aproveitem!

chico3

Apesar de você, amanhã há de ser outro dia
Eu pergunto a você onde vai se esconder da enorme euforia
Como vai proibir quando o galo insistir em cantar?
Água nova brotando e a gente se amando sem parar

Apesar de você, 1978

Talvez o mundo não seja pequeno, nem seja a vida um fato consumado
Quero inventar o meu próprio pecado, quero morrer do meu próprio veneno
Quero perder de vez tua cabeça, minha cabeça perder teu juízo
Quero cheirar fumaça de óleo diesel, me embriagar até que alguém me esqueça

Cálice, 1978

E pela minha lei, a gente era obrigado a ser feliz
E você era a princesa que eu fiz coroar
E era tão linda de se admirar
Que andava nua pelo meu país

João e Maria, 1990

 

O meu amor tem um jeito manso que é só seu

O meu amor, 1978

Quando talvez precisar de mim, cê sabe que a casa é sempre sua, venha sim
Olhos nos olhos, quero ver o que você diz, quero ver como suporta me ver tão feliz

Olhos nos olhos, 1976

Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir

Se ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir

Eu te amo, 1980

Não se afobe, não, que nada é pra já
O amor não tem pressa, ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário, na posta-restante
Milênios, milênios no ar

Não se afobe, não, que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis, futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber, com o amor que eu um dia deixei pra você

Futuros amantes, 1994

Preciso não dormir até se consumar o tempo da gente
Preciso conduzir um tempo de te amar
Te amando devagar e urgentemente

Todo o sentimento, 1987

Quero ficar no teu corpo feito tatuagem
Que é pra te dar coragem pra seguir viagem
Quando a noite vem

Tatuagem, 1973

Mas fica, meu amor, quem sabe um dia
Por descuido ou poesia, você goste de ficar

Fica, 1967

chico2

Que tal? Essas são as músicas mais lindas do Chico na minha opinião ❤

 

Análise das músicas “Californication” e “Can’t Stop”, da banda Red Hot Chili Peppers

red hot 2

Red Hot Chili Peppers é uma banda norte americana que fez o primeiro show ao vivo em 13 de fevereiro de 1983, há 33 anos. Ela é mais conhecida apenas como Red Hot ou RHCP. O grupo conquistou a fama em 1991, com o lançamento do álbum  Blood Sugar Sex Magik, que vendeu 17 milhões de cópias no mundo. O sucesso continuou e a banda é famosa até hoje.

Nesse texto, em homenagem aos 33 anos da banda, vou fazer uma análise de duas músicas deles. Mas, antes das análises, vamos conhecer um pouco sobre o vocalista da banda e autor das músicas, já que é importante saber um pouco sobre ele para interpretar as canções. Ele sempre viveu o verdadeiro estilo “rock ‘n roll”, cercado de drogas e mulheres. Porém, Anthony tem um lado muito espiritual e sensível, praticando meditações e tendendo mais para o lado da filosofia oriental. Ele teve uma vida conturbada no passado, é vegano e descendente de índios. Então, vamos lá:

1- Californication

Antes de analisar a música em si, vamos falar sobre o nome da música. Californication pode ser traduzido como Californicação, o que não faz muito sentido para nós, mas obviamente tem a ver com a influência que a Califórnia tem sobre o mundo, já que é na Califórnia que fica Hollywood. Além disso, também tem uma conotação sexual: um trocadilho com a palavra “fornicação”, que é o libido ou a sexualidade. O nome também deu origem à série de mesmo nome. Em 2007, a banda Red Hot entrou com uma ação judicial contra o Showtime, alegando que o nome da série ser o mesmo nome da música e do álbum deles causaria uma confusão. Dito isto, vamos começar:

“Espiões psíquicos da China tentam roubar sua exaltação mental
Pequenas garotas da Suécia sonham com participações no cinema
E se você quer estes tipos de sonhos, isso é Californicação”

É a borda do mundo e de toda a civilização ocidental
O sol pode nascer no Oriente
Pelo menos ele se põe em seu local final
É entendido que Hollywood vende Californicação

Pague seu cirurgião muito bem
Para quebrar o feitiço do envelhecimento
Pele de celebridade, este é seu queixo
Ou é a guerra que você está travando?

Unicórnio primogênito
Pornô suave e explícito
Sonho de Californicação
Sonho de Californicação

Na primeira parte da música, o autor critica quem apoia a “californicação” e quem aceita a influência de Hollywood no mundo todo. Ele dá o exemplo de pequenas garotas (ou garotinhas) suecas que sonham com participações no cinema, ou seja, sonham em fazer parte do mundo de Hollywood, sonham em ser famosas. Mas, muitas dessas garotas suecas acabam entrando para o mundo do cinema pornográfico. Ele retorna a esse ponto na quarta estrofe quando diz “pornô suave e explícito”, indicando o que uma garota é capaz de fazer para se tornar conhecida no cinema.

O autor ainda critica as celebridades que tentam ficar jovens a qualquer custo, fazendo várias cirurgias para adiar o envelhecimento: “pague seu cirurgião muito bem”. Na última parte (quarta estrofe), Anthony cita um unicórnio primogênito, e isso se repete várias vezes na música. O unicórnio significa o anti-cristo, e eu entendi que ele está se referindo ao fato de que Hollywood vai de encontro com os princípios de quem quer ser famoso, já que as celebridades precisam “pagar um preço” pela fama.

“Case comigo, garota, seja minha fada para o mundo
Seja minha constelação
Uma adolescente noiva com um bebê dentro
Se drogando com informação
E me compre uma estrela na Avenida
Isso é Californicação”

Na parte “uma adolescente noiva com um bebê dentro se drogando com informação”, podemos relacionar ao fato de que as pessoas hoje são muito bem informadas, e isso inclui a prevenção da gravidez na adolescência. Anthony faz uma alusão ao aborto nessa frase, dizendo que a adolescente tem um bebê crescendo dentro de si ao mesmo tempo em que aprende a matá-lo.

“O espaço pode ser a fronteira final
Mas é feito num porão de Hollywood
Cobain, você pode ouvir as esferas
Cantando canções vazias de estação em estação
E Alderaan não está longe, isso é Californicação

Nascido e criado por aqueles que exaltam
O controle de população, todo mundo está lá
E eu não estou falando sobre férias”

Na frase “o espaço pode ser a fronteira final mas é feito num porão de Hollywood” (referência a Star Trek), o autor se refere a tudo que é produzido pelos Estados Unidos e mandado ou transmitido para o resto do mundo: as imagens do espaço e dos homens na lua, por exemplo. Logo após isso, ele cita o cantor de rock dos anos 90, Kurt Cobain, dizendo que as pessoas estão cantando músicas vazias de estação em estação. Station to Station é uma música do cantor recentemente falecido, David Bowie. Outra referência é a de Star Wars na parte “Alderaan não está longe”.

Já na outra parte, Anthony dá ainda mais ênfase na questão do aborto. “Nascido e criado por aqueles que veneram o controle de população”: ele se refere ao fato de os governos controlarem a taxa de natalidade da população (em muitos países o aborto é legal).

“A destruição conduz para uma estrada dura
Mas ela também concebe criação
E terremotos são para a guitarra de uma garota
Eles só são outra boa vibração
E maremotos não puderam salvar o mundo da Californicação”

Na primeira frase, o autor quer dizer que a destruição já deu lugar a inúmeros filmes sobre o fim dos tempos ou sobre desastres naturais, como O Impossível, O Dia Depois de Amanhã e 2012. Na parte dos terremotos relacionados com a garota, significa dizer que uma garota que procura a fama no cinema (Hollywood) não está interessada em saber dos desastres que estão ocorrendo no mundo.

“Pague seu cirurgião muito bem
Para quebrar o feitiço do envelhecimento
Mais doente que os outros
Não há exame algum
Mas isto é o que você deseja”

Novamente a parte do cirurgião e do envelhecimento que os artistas tentam adiar, mas, agora, ele usa outra crítica: “mais doente que os outros”. Aqui, Anthony diz que as celebridades se preocupam mais com a pele enrugada do que com a fome que domina vários países no mundo, sem falar nas epidemias.

2- Can’t Stop

“Não consigo parar, estou viciado
Chop top, ele diz que eu vou tirar a sorte grande
Não escolha uma vida de imitação
Primo distante da proibição”

A música, no geral, fala sobre a vida. A vida é uma onda e nós temos que lutar para ficar sobre ela, superando qualquer dificuldade que possa aparecer. Considerando que o autor teve um passado problemático, podemos entender que ele superou esses obstáculos e agora vive intensamente, tanto que ele fala no início que não consegue parar e que está viciado. Nesse caso, em viver.

“(…) Foi nocauteado, mas recupera os sentidos
Não morra, você sabe que alguns morrem
Vá escrever sua mensagem no asfalto
Brilhando tanto que imagino o que a onda quis dizer”

Nessa parte, ele fala que mesmo que apareçam problemas, mesmo que sejamos nocauteados, devemos “recuperar os sentidos” e continuar a caminhada. Ele ainda diz para deixarmos nossa mensagem no asfalto, brilhando. Ou seja, precisamos deixar um legado para que outras pessoas lembrem de nós.

“(…) O mundo que eu amo
As lágrimas que eu derramo para fazer parte da onda que não pode parar
Já se perguntou se é tudo para você?
O mundo que eu amo
As normas que quebro para fazer parte da onda que não pode parar
Venha e me avise quando for a hora”

Aqui ele diz que faz de tudo para “fazer parte da onda”, ou seja, para viver de forma intensa, para ser parte de alguma coisa maior. Na última frase “me avise quando for a hora”, significa que há um determinado momento na vida em que nós nos tornamos a própria onda, donos de nossa existência. A partir daí, deixamos de ser controlados, quando experimentamos o verdadeiro significado da vida.

“(…) Espere um minuto, estou desmaiando
É vencer ou perder, assim como você
Muito mais chocante que tudo eu já conheci
Que tal você?”

Nessa parte, ele fala que a vida é mais chocante que tudo que ele já conheceu. Significa dizer que quando passamos a viver em plenitude, conhecemos um outro universo cheio de possibilidades.

“(…) Dê a arrancada no gerador dourado
Passe uma cantada, mas não a intimide
Ninguém impede os deuses da engenharia
Não sinto a necessidade de interferir
(…)
Os espíritos não sossegam quando precisam de nós
Essa vida é mais do que um ensaio”

No último parágrafo, o autor termina a música de forma maravilhosa. Ele diz para darmos a arrancada no gerador, mas a tradução verdadeira está mais para “aperte o botão de início”. Nessa parte, ele quer nos dizer que precisamos começar a viver. Ele ainda diz que não interfere em como as coisas se desenrolam, ele não muda a onda. Porém, o que mais chama atenção é a última frase da música: “a vida é mais do que um ensaio”. A vida não é feita pra treinar e para ensaiar, ela é feita para viver intensamente. Não adianta ficarmos presos no futuro ou no passado, temos que viver o presente da melhor forma que pudermos.

Bom, foi isso gente. Não esqueçam de compartilhar.

red hot